10 dicas de segurança em um canteiro de obras.

20 Março 2017

Um canteiro de obras pode oferecer perigo para os seus operários quando não estão seguramente amparados por um conjunto de iniciativas e condutas que visam manter a segurança. Temos aqui os 10 tipos de perigos mais comuns que colocam em risco a segurança em um canteiro de obras e como cada um deve ser tratado afim de se manter a prevenção.

1) Fogo – O fogo é algo devastador e deve ter muito cuidado para que ele não aconteça. O portal do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE) posta oficialmente em seu site a recomendação: “18.29.4 É proibida a queima de lixo ou qualquer outro material no interior do canteiro de obras.”, e recomenda também que não haja acúmulo de lixo seco que poderá acarretar em um incêndio.

Incêndio em canteiro de obras
Incêndio em canteiro de obras

2) Andaimes sem segurança – O uso dos andaimes é bem frequente na construção civil, e por isso, deve-se seguir uma série de recomendações de segurança. 1) Os equipamentos devem ser corretamente instalados. 2) Antes da utilização, uma pessoa competente deve fazer a verificação das instalações. 3) O andaime deve ter todas as porcas e parafusos bem apertados e ter boa qualidade, afim de não se romper. 4) Na hora da montagem/desmontagem é de extrema importância que não haja ninguém embaixo devido o perigo de que caia alguma peça. 5) Os andaimes devem ter seus suportes nivelados e em superfícies planas que apresentem assentamento suficiente. 6) As plataformas devem ser robustas e livres de obstruções. 7) No caso de andaimes de rodas, o deslocamento deve ser feito lentamente e ninguém pode estar em cima do mesmo. 8) Montar andaimes metálicos a, no mínimo, 5 metros de distância de instalações elétricas. 9) Os operários devem estar devidamente equipados com seus cintos de segurança, esses longe de materiais cortantes e eles devem ser treinados para esse tipo de trabalho. Além de falarmos mais sobre a segurança em um canteiro de obras, recentemente escrevemos outras dicas sobre segurança em andaimes, você pode ler mais a respeito clicando aqui: Segurança em Andaimes.

Segurança em andaimes
Segurança em andaimes

3) Poços/Beiradas abertas – Qualquer vão que possa acarretar algum perigo deve ser tapado com estruturas firmes que suportem peso, e ter corrimões, telas específicas, grades de proteção ou tábuas, desde que bem postas.

Vãos e poços representam perigo.
Vãos e poços representam perigo.

4) Equipamento elétrico e cabos sem segurança – Todas as instalações elétricas temporárias devem ter medidas de precaução. Os fios devem ser encapados e a caixa de fios preferencialmente localizada distante de locais de passagem. Os funcionários devem estar com botina sem componentes metálicos, uma luva isolante e ainda, por cima dela, uma luva de cobertura em vaqueta, que protegerá a de isolamento.

Fios encapados e longe do caminho.
Fios encapados e longe do caminho.

5) Escavações sem segurança – Qualquer tipo de escavação deve ser fiscalizada e de acordo com as recomendações: 1) Em caso de risco aparente de deslizamento, interromper o trabalho e tomar as providencias necessárias. 2) Fazer um estudo minucioso, antes do início das obras, das condições geológicas do terreno, considerando humidade da terra e o clima, além da possibilidade de chuvas, que podem acarretar em deslizamentos.

Profissional habilitado para a tarefa.
Profissional habilitado para a tarefa.

6) Plataforma de carga sem segurança – Plataformas de carga devem ser equipadas com redes e grades que não possibilitem o deslize do material transportado. Ele deve estar amarrado, imóvel e organizado na plataforma para que haja equilíbrio.

7) Queda de objetos – Para evitar ferimentos pela queda de objetos, que pode acontecer a qualquer momento caso as especificações técnicas para vãos e plataformas não sejam cumpridas, os operários devem estar de botinas, que protegem os pés e de capacete específico que protege o sistema central do corpo humano ao amortecer a queda. Uma das alternativas que ajudam a prevenir queda de objetos no canteiro de obras e imediações da construção são as Telas Fachadeiras de Proteção, que além de proteger a estrutura do prédio ainda limita o distanciamento dos objetos que por ventura despencarem de locais elevados.

Plataformas elevadas requerem monitoramente.
Plataformas elevadas requerem monitoramento.

8) Guindastes sem segurança – O guindaste só pode ser operado por pessoas treinadas e permitidas. Deve-se, antes de sua utilização, olhar a situação do painel de controle. Todos os botões devem estar rotulados e em perfeitas condições. Deve-se estar sempre atento à ruídos incomuns e parafusos soltos, além da situação do pneu e de toda a parte externa. O gancho, além de tudo, os cabos e o bloco do guindaste devem estar na mais perfeita ordem, pois são os itens que suportarão maior peso. Depois de tudo isso ser monitorado, poderá ser feita a utilização do mesmo.

9) Operação de elevação sem segurança – Todos os suportes devem ser feitos antes de qualquer elevação. Teste dos cabos, monitoramento de botões e de parafusos, deve estar tudo amarrado e bem seguro. A elevação deve ser feita com cuidado e devagar. Não é permitido funcionários serem elevados junto com a carga e tampouco ficar abaixo dela, esteja parada ou em movimento, evitando ferimentos.

Guindastes
Guindastes

10) Trabalho em altura sem segurança – Toda e qualquer ação às alturas deve ser monitorada. Os operários devem estar com cadeiras e cabos de segurança específicos e em bom estado.

 

8

Gostou de encontrar dicas úteis sobre o universo da construção civil e a segurança em um canteiro de obras? Acompanhe nosso blog.

Telashop. Você cercado de qualidade.
Projetos sob medida e entrega para todo o território nacional.
R. Quatá, 78 – Jd. do Trevo Campinas – SP
19 3267.7437 | gabriel@telashop.com.br